Al‐Shabaab em Moçambique?

Shabaab Mocambique

Três indivíduos muçulmanos nacionais estão à contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Cabo Delgado,por alegadamente estarem a “incitar as populações a não respeitarem as autoridades governamentais, incluindo o abandono às instituições de ensino naquela região do país”, escreve a AIM.

Os mesmos têm idades compreendidas entre 21 e 43 anos, e foram detidos em Junho passado no distrito de Quissanga, em Cabo Delgado, após uma intensificação das suspeitas sobre os mesmos.

A polícia ainda considerado prematuro afirmar que o comportamento dos cidadãos à quaisquer tendências radicais islamitas, com destaque para grupo militante islâmico Al‐Shabaab, que tem semeado terror na África Oriental, incluindo a Tanzânia ‐ país que faz fronteira com esta província nortenha.

“Os três indivíduos são muçulmanos. Mas não temos como confirmar a sua ligação com o Al‐Shabaab… Este grupo incitava as populações a desrespeitarem as autoridades governamentais em caso de alguma solicitação”, revelou o Porta-voz do Comando – Geral da PRM, Inácio Dina.

O Al‐Shabaab é um grupo radical islâmico afiliado aos grupos terroristas Boko Haram, Estado Islâmico e a Al Qaeda, que tem provocado terror na África Oriental, com destaque para Somália e Quénia, com intuito de formar um estado regido pela Sharia ‐ rigoroso e violento código de leis islâmico.