Crise na companhia aérea sul‐africana já cheira à falência

Crise na companhia aérea sul‐africana já cheira à falência

A South African Airways (SAA) está viver uma terrível crise financeira e está a « percorrer a maré da falência », de acordo com informações fornecidas ao parlamento do país, citado pelo Africannews.

A declaração de fluxo de caixa mostrada aos deputados sul‐africano, testemunhada pela BBC,  revela que a transportadora aérea de bandeira pode em breve ser incapaz de pagar salários.

As previsões para uma possível recuperação apontam para o mês de Outubro, « mas apenas se conseguir um resgate de 45 milhões de libras do governo. Entretanto, isso não irá garantir a estabilidade da companhia, esperando-se que a situação se deteriore novamente em Dezembro, com uma saída de caixa prevista nesse mês em 38 milhões de libras.

A crise, que deu os primeiros sinais há setes anos, só agravou‐se com o tempo, sendo que a companhia debate‐se com os sucessivos endividamentos com a banca local.

Para Alf Lees, vice-presidente das finanças da oposição Aliança Democrática, disse: « as South Africa Airways já são insolventes e deviam solicitar uma liquidação.

Por outro lado, os sindicatos ligados à já accionaram o alarme, ameaçando greve em tornos de disparidades abismais nas remunerações e regalias. Os mesmos alegam « que os pilotos recebem generosos prémios de remuneração, enquanto a equipa de cabine, pessoal de terra, pessoal de carga e pessoal técnico não conhecem aumentos de salários ».

(1126 Posts)