EDM corta energia à Zâmbia por dívida bilionária

EDM corta energia à Zâmbia por dívida bilionária

A empresa Electricidade de Moçambique (EDM) cortou recentemente o fornecimento de energia eléctrica à sua congénere da Zâmbia (ZESCO), por uma dívida de mais de 6 biliões de meticais, escreve o AV.

O corte surge numa altura em que os dois países haviam inaugurado no início de 2016 uma Central Termoeléctrica Flutuante de Nacala, tendo como alvo o benefício não só do norte de Moçambique como também da Zâmbia.

De acordo com a publicação, a Zesco devia  na altura à EDM cerca de 500 milhões de meticais.

A energia fornecida à Zâmbia era, segundo a EDM, uma combinação dos 111 megawatts (MW) gerados por Central Termoeléctrica Flutuante de Nacala e excedente das centrais de produção independente (Central Térmica de Ressano Garcia e da Gigawatt Moçambique) “que a EDM compra e Revende, supostamente com lucro”, cita o AV.