Funcionários da UEM paralisam actividades

UEM greve

O Campus Universitário da UEM viveu hoje um ambiente de tumultuado devido á paralisação das actividades pelos funcionários do corpo técnico administrativo, que exigem o pagamento do bónus de anuidade referente ao ano de 2016.

Trata‐se de um bónus que entrou em vigor na Universidade Edurado Mondlane em 1994, tendo como beneficiários funcionários que estão há mais de quinze anos na instituição. Segundo OP, « o bónus deveria ser pago a 1018 funcionários em Novembro de 2016, mas na altura a UEM disse que não estaria em condições de o efectuar, comprometendo-se a fazer o pagamento no primeiro trimestre de 2017 », o que não aconteceu.

Com os funcionários entoando cânticos e empunhando dísticos, foram accionadas as polícias de protecção e intervenção rápida, que se fizeram presente fortemente armados e com cães. Um manifestante ficou ferido.

Quanto a paralisação dos exames de recorrência a Universidade diz que vai encontrar formas de resolver a situação sem comprometer o ano académico. O bónus de anuidade deve ser pago a 1018 funcionários.

(1126 Posts)