“Líderes africanos tratam ex-presidentes como animais”, antigo PR da Nigéria

Líderes africanos tratam ex-presidentes como animais antigo PR da Nigéria

O antigo presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, critica a postura dos  líderes africanos em relação ao tratamento dado aos seus ex-presidentes, alegando que “estamos sendo vistos como animais”.

Obasanjo contou uma história de como o líder da independência da Zâmbia e o primeiro presidente Kenneth Kaunda, agora 93 anos e hospitalizado, foi tratado por seus sucessores em um assunto aparentemente trivial envolvendo livros.

“Eu vim para a Zâmbia quando o presidente Kaunda estava sendo assediado, e pensei na Zâmbia, ou em qualquer outro país da África, devemos tratar nossos ex-presidentes com um pouco mais de dignidade”, disse Obasanjo.

Keneth Kaunda, importante figura da história zambiana, e que cedeu o poder sem objecções, não estará a ser devidamente respeitado naquele país, de acordo com antigo homem forte da Nigéria.

Olusegun Obasanjo disse que também notou a mesma atitude em relação ao ex-presidente egípcio Hosni Mubarak que, segundo ele, estava “sendo tratado como um animal em uma gaiola”, quando enfrentava vários julgamentos nos tribunais egípcios antes de ser absolvido no início deste ano.