Motorista do sinistro de Vilankulo estava sem ajudante e foi detido

Motorista do sinistro de Vilankulo estava sem ajudante e foi detido

A polícia deteve o motorista do autocarro responsável pelo terrível sinistro ocorrido na manhã de terça-feira (8), após constatar uma série de irregularidades, entre as quais se destaca o o facto de o mesmo não ter se feito acompanhar por um ajudante, conforme imperam as exigências dos transportes rodoviários de longo curso.

O acidente rodoviário que matou 6 pessoas e feriu outras 27, sendo 11 em estado grave, na manhã de terça-feira (8) ‐  na região de Mavanza, distrito de Vilankulo, província de Inhambane ‐ quando um autocarro da companhia de transporte Entre Rios embateu violentamente contra a plataforma de uma camião de alta tonelagem, que se encontrava estacionado à berma da estrada.

Agravado pelo facto de o condutor do autocarro ter estado à alta velocidade, numa período em que a via encontrava‐se com fraca visibilidade por conta do nevoeiro, foram razões suficientes para que a polícia detivesse o mesmo.

O veículo, que partiu de Quelimane‐Zambézia em direcção à cidade de Maputo,  protagonizou uma autêntica cópia do sinistro ocorrido no mesmo local, em 2015 que provocou a morte de 15 pessoas e ferimentos graves em tantas outras.