Pintura secular de Jesus Cristo, da autoria de da Vinci, em leilão milionário

Pintura secular de Jesus Cristo, da autoria de da Vinci, em leilão milionário

« Salvator Mundi », um retrato « etéreo » de Jesus Cristo, da autoria do icónico pintor italiano Leonardo da Vinci –  que data de cerca de 1500 – deverá ser vendido por cerca de 100 milhões de dólares em Novembro, tornando-se entre os trabalhos mais valorizados já vendidos em leilão.

A mesma é a última pintura privada de Leonardo da Vinci e uma das menos de 20 do artista renascentista que ainda existe, sendo o italiano conhecido pelos recordes nos leiloes das suas obras.

« Este é verdadeiramente o Santo Graal das redescobertas de arte », disse Alan Wintermute, especialista sênior da Christie’s – a maior agencia de leiloes de pinturas mundo, sediada na Inglaterra.

Wintermute acrescentou que pensou-se durante muitos anos que o retrato, às vezes chamado de « Mona Lisa » masculino, estivesse perdido ou destruído.

Primeiramente guardado na coleção particular do rei Carlos I da Inglaterra, o trabalho foi leiloado em 1763 antes de desaparecer até 1900, altura em que o rosto e o cabelo de Cristo foram pintados, o que Wintermute disse que era uma prática « bastante comum ».

Vendido para um colecionador americano em 1958 por 45 libras, o quadro teve uma réplica vedida em 2005.

O actual proprietário iniciou o processo de restauração e, após alguns seis anos de pesquisa, foi autenticado como a obra-prima de mais de 500 anos da Vinci, que culminou em uma exposição de alto perfil na Galeria Nacional de Londres, em 2011.

A casa de leilões não identificou o vendedor, um colector privado europeu que adquiriu o trabalho após sua re-descoberta em 2005 e uma longa restauração. A pintura é a primeira descoberta de uma pintura da Vinci desde 1909.

(1256 Posts)