Porto de Maputo amplia profundidade

Porto de Maputo

Fruto do processo de dragagem do canal de acesso, terminado no início deste ano, o Porto de Maputo aumentou a sua profundidade de modo a acomodar navios cargueiros de alta capacidade.

“Estamos a iniciar uma nova era no terminal. Temos aqui um navio grande, um Panamax, que vai levar cerca de 85 mil toneladas. Portanto, isto não era possível antes, por causa de constrangimentos ao longo do canal, mas hoje é possível. Maputo, Moçambique, neste preciso momento, está em condições de competir com os outros terminais na região”,  revelou Pedro Poh-quong, gestor operacional do Terminal de Carvão da Matola, citado pelo OP.

Para além de a sua capacidade de receber embarcações de maior tamanho, o melhoramento do canal vai ajudar na eficácia das operações na Terminal de Carvão da Matola.

« Em  termos de perspectivas, o Terminal de Carvão da Matola planeia exportar 185 000 a 200 000 toneladas de carvão por mês e 300 000 a 350 000 toneladas de magnetite », escreve o OP.

Cresce desta forma a competitividade do Porto de Maputo na região, sendo uma das grandes alternativas para saída e chegada de mercadoria dos países que não têm acesso ao mar, como é o caso da Suazilândia, para além da própria África do Sul, que tem Maputo como porto alternativo.

(1126 Posts)