Professores detidos e expulsos por indisciplina dos Jogos Escolares Gaza‐2017

Professores detidos e expulsos por indisciplina dos Jogos Escolares Gaza‐2017

Seis professores (treinadores) foram detidos e posteriormente expulsos por actos de indisciplina dos Jogos Escolares que se realizam em Xai‐Xai, província de Gaza.

Entre os expulsos, dois são do Niassa, um de Tete, Zambézia, Cabo Delgado e Maputo-cidade, segundo dados publicados pelo JN.

Os professores terão tentado entrar no bloco residencial feminino, aonde estão afectas as atletas da competição, após ingerirem bebidas alcoólicas.

“Beberam e invadiram o lar das alunas. É uma atitude feia e que merecerá o devido cuidado. Neste momento estão detidos e aguardam nas celas pelo veredicto, mas posso adiantar que a primeira medida é serem mandados de regresso à casa”, disse uma fonte do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, citada pelo jornal.
A mesma publicação refere que a maioria dos casos de indisciplina no evento têm sido causados pelo consumo de álcool, sendo que o treinador de basquetebol feminino da Zambézia está a enfrentar um processo por ter sido flagrado a consumir bebida alcoólica em pleno jogo, na manhã de domingo.

Apesar de  consumo de álcool ter sido proibido, são frequentes o relatos destes casos, protagonizados por integrantes seniores das delegações antes, durante e depois dos jogos.