Real Madrid pode viver sem Ronaldo, defende Figo

Figo

O ex‐craque português do Barcelona e Real Madrid, Luís Figo, diz que apesar de não achar que Cristiano Ronaldo possa sair nesta janela do madrilenos, defende  que “ninguém é imprescindível”.

“Tem de haver uma conjugação de muitos factores para que ele saia. De qualquer forma é sempre uma decisão pessoal, e quando uma pessoa quer muito algo acabará por fazê-lo… Ninguém é imprescindível, não apenas falando de Cristiano. Os clubes não podem depender de ninguém, caso contrário algo está mal. A história dos clubes está acima de todos, até do presidente”, disse Figo.

Figo actuou entre 1995 e 2000, tendo depois se transferido ao rival Real Madrid onde jogou até 2005.