Santungira: Residentes querem Dhlakama fora das matas

Dhlakama

Numa altura em que a Renamo alega não ter sido a retirada dos Forças de Defesa e Segurança de oito posições em Gorongosa ‐ Sofala, residentes Santungira pedem a retirada dos homens armados da Renamo e o seu líder das matas, em prol da paz e desenvolvimento daquela região.

Os residentes fizeram o pedido à margem da visita de um grupo de jornalistas a Gorongosa, para acompanhar o processo de retirada das Forças Defesa e Segurança (FDS) das posições criadas durante o recente conflito político-militar.

Citado pela AIM, o residente Manuel Bosque, 45 anos, diz‐se preocupado com presença de Dhlakama e seus homens naquela região, dada a insegurança criada no seio da população.

« O governo está interessado em trazer a paz efectiva. Vemos que depois do anúncio da trégua, muitos militares saíram das posições e regressaram aos quartéis de origem. O mesmo devia acontecer com a Renamo, sair das matas porque só assim é que havemos de acreditar que estamos em paz… Se isso não acontecer continuaremos com medo, porque não sabemos o que eles estão a pensar e o que vai acontecer », referiu.

Já Zerinha Baptista, faz um apelo ao líder da Renamo para que abandone as matas.

« Dhlakama deve entregar as armas porque nós queremos paz. Enquanto tiver armas vão continuar a ser uma ameaça principalmente para nós que vivemos nesta zona. Os nossos filhos querem estudar e nós queremos produzir mais comida. Isso só será possível se estivermos em paz », disse.

(1126 Posts)