Colômbia diz ter frustrado ataque contra ex-líder das Farc

As autoridades colombianas informaram ter frustrado um ataque contra o antigo líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño, planeado por rebeldes que não reconhecem o acordo de paz que encerrou meio século de conflito armado. Em mensagem divulgada no Twitter neste domingo (12), o presidente da Colômbia, Ivan Duque, elogiou a “acção conjunta” da polícia e da procuradoria deflagrada em Alcala, no Departamento de Valle del Cauca, responsável por impedir o atentado. De acordo com o chefe da polícia, Oscar Atehortúa, um informante alertou sobre o “ataque iminente” que tinha como alvo o agora presidente das Farc, também chamado de Timochenko, que estava em uma fazenda no munícipio da Finlandia, em Quindío. As autoridades ainda revelaram que a segurança de Londoño foi reforçada e, no último sábado, localizou dois suspeitos identificados como Guamby, ex-militante das Farc, e Rabbit. A dupla viajava em uma motocicleta e, ao ser abordada, trocou tiros com a polícia. Ambos morreram.
    Segundo Atehortúa, os agressores eram membros de um grupo dissidente das Farc, liderado por Hernan Dario Saldarriaga, apelidado de El Paisa, que durante anos liderou o comando de elite dos ex-guerrilheiros.

Colômbia diz ter frustrado ataque contra ex-líder das Farc

Reendex

Must see news