‘Bebê chef’ vira estrela culinária e tem mais de 1 milhão de seguidores

Um mês, foi tudo o que precisou para juntar quase dois milhões de fãs. No início de abril, a página do Chef Kobe era seguida por pouco mais de 200 pessoas. O fenómeno foi absolutamente inesperado e tornou-o o bebé norte-americano de um ano numa autêntica celebridade.

“Começámos o Kobe Eats no Instagram no final de fevereiro. Ele tinha cerca de 200 seguidores e depois deu um salto. 100 mil, 200 mil, 500 mil. Não estávamos nada a contar com isto”, explica a mãe, Ashley Wian,à “CNN”.

 

Começou por petiscar para a câmara. Primeiro abóbora, depois umas improváveis algas. O apetite do bebé virou-se para a cozinha, os pais colocaram-lhe o chapéu de chef e carregaram no botão vermelho. Kobe fez o resto.

m mês, foi tudo o que precisou para juntar quase dois milhões de fãs. No início de abril, a página do Chef Kobe era seguida por pouco mais de 200 pessoas. O fenómeno foi absolutamente inesperado e tornou-o o bebé norte-americano de um ano numa autêntica celebridade.

“Começámos o Kobe Eats no Instagram no final de fevereiro. Ele tinha cerca de 200 seguidores e depois deu um salto. 100 mil, 200 mil, 500 mil. Não estávamos nada a contar com isto”, explica a mãe, Ashley Wian,à “CNN”.

Começou por petiscar para a câmara. Primeiro abóbora, depois umas improváveis algas. O apetite do bebé virou-se para a cozinha, os pais colocaram-lhe o chapéu de chef e carregaram no botão vermelho. Kobe fez o resto.

“Cozinhar é apenas uma das coisas que o Kobe faz em casa. Diverte-se tanto e tem uma personalidade tão animada que decidi gravar e partilhar com os amigos e a família”, explica.

O que ninguém esperava é que quase dois milhões de pessoas quisessem ver a diversão na cozinha de Kobe, que leva sempre as receitas até ao fim, apesar de fazer questão de roubar um ou outro ingrediente. Afinal, é um trabalho árduo.

“Ele analisa novo ingredientes, sente as texturas, aprende técnicas práticas como verter, usar uma colher ou medir. Foi assim que tudo começou, como forma de encontrar uma tarefa prática para o ajudar a aprender. Aperfeiçoou imensas capacidades motoras enquanto me ajudava. Sim, às vezes arma uma confusão, mas isso pode ser limpo. As memórias ficam para sempre”, nota Wian.

E sim, Kobe tem uma receita preferida. “Qualquer coisa com queijo, especialmente porque pode aproveitar para o comer”.