Publicite Aqui

Moçambique entre os países da África com maior número de infectados pelo HIV

Comemorou-se esta terça-feira (01.12) o Dia Mundial da Luta Contra o HIV/SIDA. Neste mesmo dia, todos os anos, são criados mecanismos para desenvolver e reforçar o esforço mundial da luta contra a SIDA.

O objectivo deste dia é promover troca de informações e experiências, e criar um espírito de tolerância social que se desenvolva a partir da comunicação sobre o assunto.

A data dá a ocasião de se falar da infecção por HIV e da SIDA, bem como de se ocupar das pessoas infectadas pelo HIV e das doenças associadas à SIDA. Este dia constitui já um evento anual em muitos países.

De acordo com a DW, cerca de 15% de mulheres grávidas entre os 15 e 49 anos de idade em Moçambique estão infectadas pelo vírus do HIV-SIDA.

A principal via de transmissão continua a ser sexual em cerca de 90% dos casos em adultos. Por isso mesmo é visível o esforço das autoridades de saúde em promover debates especialmente virados para adolescentes e jovens de modo a que estes se previnam fazendo o uso do preservativo.

Em Moçambique, para celebrar a efeméride, são criados eventos e mobilizações para se continuar a consciencializar às populações sobre a realidade desta doença e sobre os meios de prevenção da mesma.

Evocando as actividades de luta já em curso e encorajando novas iniciativas, o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS contribui para edificar uma acção durável contra a SIDA.

leave a reply

Reendex

Must see news