Tóquio’2020: Tudo o que se passou 04 agosto 2021

Contacto: +258 84 91 20 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

Atletismo: escândalo nas estafetas com eliminação dos Estados Unidos nos 4×100

Reuters

Um dos resultados que nos escapou foi a eliminação com tons de escândalo dos Estados Unidos na estafeta 4×100. O quarteto norte-americano, composto por Trayvon Bromell, Fred Kerley, Ronnie Baker e Cravon Gillespie, foi apenas sexto na sua eliminatória e fica fora da final, onde estarão China, Canadá, Itália, Jamaica, Grã-Bretanha, Alemanha, Gana e Japão.

Basquetebol: segunda parte demolidora coloca Estados Unidos na final

Reuters

Quem viu o marcador a meio do segundo quarto estaria longe de imaginar que os Estados Unidos acabariam por autenticamente atropelar a congénere da Austrália rumo à final do torneio masculino. Mas foi isso mesmo que aconteceu.

Apesar de terem estado a perder por 41-26 a 5 minutos do intervalo, os norte-americanos conseguiram reagir, chegaram ao descanso a apenas 3 e na segunda metade dispararam para um triunfo claro por 97-78, definido essencialmente por aquilo que sucedeu no terceiro parcial, com um ‘score’ de 32-10.


Do ponto de vista individual, Kevin Durant foi o destaque norte-americano, com 23 pontos e 9 ressaltos, numa tarde na qual Jrue Holiday ficou perto do triplo-duplo, com 11 pontos, 8 ressaltos e 8 assistências. Do lado oposto, Patty Mills saiu como a figura, com 15 pontos e 8 assistências.

Canoagem: K2 1000 australiano leva o ouro

Reuters

Na última decisão da canoagem, a Austrália levou o título no K2 1000, com a dupla composta por Jean van der Westhuyzen e Thomas Green a levar a melhor com um tempo de 3:15.280 minutos, à frente da Alemanha (a 0,304) e da Rep. Checa (a 0,826).

Skate: título masculino de Park vai para a Austrália

Reuters

Entre as finais da canoagem e do atletismo houve também decisão no skate, com Keegan Palmer a levar o ouro no Park com 95.83 pontos, marcados na última tentativa. O australiano deixou a concorrência a milhas, já que o brasileiro Pedro Barros foi o segundo com 86.14, ao passo que o norte-americano Cory Juneau, com 84.13, ficou com o bronze.



Ao contrário da prova feminina, que foi dominada pela juventude (a segunda e terceira eram menores de idade), no masculino o vencedor tem 18 anos, o segundo 22 e o terceiro 26.

Atletismo: Crouser arrasa e fica à beira do recorde mundial

Ryan Crouser, vencedor anunciado do lançamento do peso, confirmou o seu favoritismo de forma arrasadora, ao lançar 23,30 na final da prova, a apenas 7 centímetros do seu recorde do Mundo. O também norte-americano Joe Kovacs foi segundo (22,65) e o neozelandês Thomas Walsh terceiro (22,47).

Atletismo: Pichardo campeão olímpico

Pedro Pichardo conquistou o ouro no triplo salto, dominando completamente a final com três saltos que chegariam para vencer. O maior foi de 17,98 metros, um novo recorde nacional.

leave a reply