América Latina: O ex-Presidente do Peru Alejandro Toledo vai autorizado para extradição dos EUA

O ex-presidente peruano Alejandro Toledo, detido nos EUA há dois anos sob acusações de corrupção, foi autorizado a extraditar de volta para o Peru.

Um juiz norte-americano aprovou a medida na terça-feira, afirmando que tinham sido apresentadas provas suficientes num processo contra o ex-presidente para sugerir a prática de actos ilícitos.

O Sr. Toledo é acusado de aceitar 20 milhões de dólares (15 milhões de libras) em subornos da empresa de construção brasileira Odebrecht, enquanto esteve em funções entre 2001 e 2006.

Negou todas as acusações contra ele.

O homen de 75 anos, que tem vivido no estado americano da Califórnia e tem sido um académico visitante na Universidade de Stanford, disse anteriormente que as acusações são de motivação política.

As autoridades peruanas alegam que o Sr. Toledo recebeu milhões de dólares em troca da adjudicação de contratos de obras públicas. Apresentaram aos EUA um pedido de extradição em Maio de 2018.

A Odebrecht admitiu anteriormente, como parte de um acordo com o departamento de justiça dos EUA, pagar quase 800 milhões de dólares em subornos a governos de toda a América Latina.

Ao emitir a sua decisão de permitir a extradição do antigo presidente, o juiz Thomas Hixson do Tribunal Distrital dos EUA no Distrito do Norte da Califórnia disse que havia provas suficientes para “estabelecer uma causa provável para acreditar que Toledo cometeu conluio e branqueamento de dinheiro”.

Disse que isto incluía o testemunho do antigo director executivo da Odebrecht no Peru, Jorge Barata, e a própria admissão do Sr. Toledo durante o processo de extradição de que tinha recebido aproximadamente 500.000 dólares em dinheiro de suborno da Odebrecht.

O juiz Hixson disse, no entanto, que o processo contra o Sr. Toledo “não era hermético”, e que algumas testemunhas se tinham contradito ao prestarem depoimento, o que levantaria problemas com um julgamento no Peru.

leave a reply

Feelnews

Notícias imperdíveis