DISCOVER MAPUTO

Inaugurada à 10 de Novembro de 2010, a Feira permanente de Artesanato, Flores e Gastronomia de Maputo, conhecida por FEIMA, é um dos pontos turísticos e de compra de artesanato para quem ama o mundo das artes.

Maputo é a capital e a maior cidade de Moçambique. É também o principal centro financeiro, corporativo e mercantil do país. Localiza-se na margem ocidental da baía de Maputo, no extremo sul do país, perto da fronteira com a África do Sul e, da fronteira com a Suazilândia e, por conseguinte, da tripla fronteira dos três países.

Fundada no século XVI, serviu como o principal entreposto português naquele ponto do oceano Índico, graças à sua baía privilegiada, tornando-se, em 1898, a capital da colónia; até 13 de março de 1976, a cidade era denominada “Lourenço Marques” em homenagem ao explorador português homónimo.

A cidade constitui administrativamente um município com um governo eleito e tem também, desde 1980, o estatuto de província.[5] Não deve ser confundida com a província de Maputo, que ocupa a parte mais meridional do território moçambicano, excetuando a cidade de Maputo.

O município tem uma área de cerca de 300 quilómetros quadrados e uma população de 1 088 449 (Censo de 2017) A sua área metropolitana, que inclui o município da Matola e os distritos de Boane e Marracuene, tem uma população de 3 158 465 habitantes

Este passeio focaliza a arte e cultura moçambicana, com o privilégio de visitar galerias de arte, murais, lojas de venda capulanas e Oficinas de arte – oportunidade para conhecer os artistas locais e obter uma obra personalizada.