Publicite Aqui

O maior número desde sempre: mais 454 pessoas vencem batalha contra COVID-19 no país

Mais 454 pessoas estão livres da COVID-19 em Moçambique. Este é o maior número desde sempre, anunciado pelo Ministério da Saúde, em 24 horas. Entretanto, houve mais uma morte devido à doença.

Sobre a 68ª vítima, o Ministério da Saúde disse que se trata de um cidadão moçambicano, de 78 anos de idade, da cidade de Maputo, onde estava internado. De acordo com a instituição, o paciente ficou a saber que estava infectado o dia 03 Outubro e a sua morte foi declarada esta terça-feira.

Assim, Moçambique soma 68 óbitos, 48 dos quais na cidade de Maputo.

No que diz respeito aos recuperados, 299 são da cidade de Maputo, 70 da província com o mesmo nome, 44 de Tete, 24 da Zambézia, 10 de Manica e sete de Inhambane. Destes pacientes, 452 são de nacionalidade moçambicana e dois estrangeiros.

Actualmente, o país conta com 6.812 indivíduos recuperados da doença, lê-se no comunicado do Ministério da Saúde, enviado ao “O País”.

A instituição fez saber ainda que há um cumulativo de 261 indivíduos internados, dos quais 43 ainda lutam pela vida nos centros de isolamento para pessoas com COVID-19 e em outros hospitais.

INFECTADOS PELO CORONAVÍRUS

As autoridades sanitárias nacionais realizaram 1.080 testes da COVID-19, nas últimas 24 horas, tendo 96 pessoas acusado positivo.
Todos os 96 casos são indivíduos de nacionalidade moçambicana. Destes, 94 infecções resultam de transmissão local e duas são importadas.

Dos 96 pacientes, 55.2% são do sexo masculino e 44.8% são do sexo feminino.

A cidade de Maputo registou o maior número de pessoas infectadas (58), correspondendo a 60.4% do total dos casos reportados esta quarta-feira em todo o país, seguida pela província da Zambézia, com 11 casos (11.5%).

Moçambique tem, cumulativamente, 9.494 casos positivos registados desde Março, dos quais 9.196 de transmissão local e 298 importados.

Por: O País

leave a reply

Reendex

Must see news