Tech: Facebook, Whatsapp e Instagram de volta após o corte de energia

Os serviços de comunicação social Facebook, WhatsApp e Instagram estão de volta a funcionar após uma interrupção que durou quase seis horas, diz o Facebook.

Culpou uma questão técnica interna, que não só afectou os serviços do Facebook, mas alegadamente também os passes de trabalho dos funcionários e o correio electrónico.

Os serviços desceram das cerca das 16:00 GMT até cerca das 22:00 de segunda-feira.

Mas a empresa disse que não havia “nenhuma prova de que os dados dos utilizadores estivessem comprometidos”.

Sheera Frenkel, a repórter de tecnologia do New York Times, disse ao programa Today que parte da razão pela qual demorou tanto tempo a resolver era porque “as pessoas que tentavam descobrir o que era este problema não conseguiam sequer entrar fisicamente no edifício” para resolver o que tinha corrido mal.

Numa declaração, o Facebook disse que a alteração de configuração defeituosa afectou as ferramentas e sistemas internos da empresa, o que complicou as tentativas para resolver o problema.

Downdetector, que acompanha as interrupções, disse que cerca de 10,6 milhões de relatos de problemas em todo o mundo. Contudo, o número real de pessoas afectadas é muito superior: mais de 3,5 mil milhões de pessoas utilizam o Facebook, Messenger, Instagram e Whatsapp.

De acordo com o site de negócios Fortune, também custou ao fundador do Facebook Mark Zuckerberg cerca de 6 mil milhões de dólares num dado momento em que as acções caíram a pique.

O Sr. Zuckerberg pediu desculpa às pessoas afectadas pelo corte de fornecimento.

Muitas interrupções são resolvidas com bastante rapidez. Também são frequentemente localizadas, com algumas pessoas incapazes de abrir um website que possa ser visto noutro país.

Esta interrupção, no entanto, foi global.

O período de tempo em que esteve fora da rede é também invulgar. Houve relatos de “desordem” na sede do Facebook, à medida que os técnicos se baralharam para resolver o problema.

Interessante também que a falha de energia tenha dificultado a capacidade do Facebook para enfrentar o acidente – derrubando as ferramentas internas necessárias para remediar o problema.

Deve também ser dito que a declaração do Facebook foi cuidadosamente escrita. Não descarta o jogo sujo.

A semana já tinha começado mal – depois do denunciante nas revelações dos “Ficheiros do Facebook” que se revelou no domingo.

Mas uma semana má tornou-se uma semana terrível para a rede social.

leave a reply