CAN2022: Camarões entram a vencer

O Campeonato Africano das Nações de futebol começou oficialmente neste domingo 9 de Janeiro com o triunfo dos Camarões por 2-1 frente ao Burkina Faso, em Yaoundé, em território camaronês.

A festa estava ao rubro em Yaoundé durante todo o dia. Os adeptos por volta das 10 horas da manhã, hora local, começaram a caminhar para o Estádio de Olembé onde ia decorrer o jogo inaugural às… 17h.

No entanto com as restrições sanitárias, com os diferentes controlos de acesso ao estádio, a espera foi muita para os adeptos que queriam estar presentes.

O estádio, com uma capacidade para 60 mil lugares, só podia acolher 80% de público devido à limitação do número de adeptos nos estádios, isto no que diz respeito aos jogos dos Camarões. Para os outros encontros, essa limitação desce até os 60% da capacidade total de cada estádio.

Depois veio a cerimónia de abertura com a presença do Presidente da República dos Camarões, Paul Biya, bem como a do Presidente da CAF, Patrice Motsepe, e do Presidente da FIFA, Gianni Infantino, este último sendo assobiado por uma parte do público visto que tinha afirmado que um adiamento do CAN será uma decisão interessante de tomar isto após as críticas dos clubes europeus que não queriam deixar os jogadores africanos disputarem a prova.

Após uma festa em torno da cultura dos camaroneses na cerimónia de abertura, era o momento do primeiro jogo do ‘CAN TotalEnergies AFCON 2021’, que decorre em Janeiro de 2022.

Festa complicada para os Camarões

Os Camarões, a jogar em casa, são os favoritos ao triunfo final e até entraram melhor neste encontro com vários remates à baliza, inclusive de Vincent Aboubakar, avançado e estrela da Selecção dos Leões Indomáveis.

No entanto, o Burkina Faso vai criar a surpresa neste início do CAN com um golo apontado aos 24 minutos de jogo por Fabrice Sangaré, médio que actua no Quevilly Rouen Métropole.

A vantagem não vai durar muito tempo. Em casa, perante o seu povo, os camaroneses vão reagir e pressionar o Burkina Faso até obter uma grande penalidade.

Aos 40 minutos de jogo, o avançado Vincent Aboubakar, que representa o Al Nassr da Arábia Saudita, mas que já passou pelo FC Porto em Portugal, apontou a grande penalidade que restabeleceu o empate a uma bola. Uma grande penalidade assinalada após o árbitro ter consultado o VAR – video-árbitro – isto após uma falta de Bertrand Traoré sobre Zambo Anguissa.

A reviravolta acabou por ser total ainda antes do intervalo com uma segunda grande penalidade apontado por Vincent Aboubakar, aos 45+3 minutos, isto após uma falta de Issoufou Dayo sobre Nouhou Tolo.

No intervalo, os Camarões venciam por 2-1 no Estádio de Olembé, em Yaoundé.

Camarões vencem primeiro jogo do CAN

A segunda parte começou como a primeira, os Camarões dominavam e tinham oportunidades para aumentar a vantagem.

Aliás, aos 59 minutos, Moumi Ngamaleu cruzou para a área onde estava Vincent Aboubakar que empurrou a bola para o fundo da baliza. No entanto o tento foi recusado visto que no passe anterior, de Aboubakar para Moumi, este último estava fora de jogo.

A Selecção dos Camarões, comandada pelo português António Conceição venceu o jogo inaugural do CAN e ocupa o primeiro lugar no grupo A com 3 pontos.

No próximo jogo, a 13 de Janeiro, os Camarões defrontam a Etiópia, enquanto Cabo Verde mede forças com o Burkina Faso.

Contacto: +258 84 91 20 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

leave a reply