Conheça os dez países que mais consomem o café

A história do café começa pela criação do nome de origem árabe. No árabe a planta era conhecida como Kaweh e a bebida foi denominada como Kahwah ou Cahue, que significa Força. A história do café apresenta diversos capítulos. A planta tem origem africana, mas foi no Iêmen,  região oeste da Arábia, que ela começou a ser cultivada. 

Segundo uma lenda, foi um pastor etíope, denominado Kaldi, quem percebeu que havia um fruto amarelo-avermelhado nas plantas. Actualmente o café é considerado um hábito cultural e social em todo o mundo, podendo ser achado nos pequenos e grandes mercados. Em Moçambique , no parque de gorongosa há uma plantação de café.

O maior consumidor de café no mundo todo, é a Finlândia. A sua capacidade de consumo é impressionante chega até a 12 kg per capita. O café é consumido durante todo o dia, toda semana e em ocasiões especiais.

O segundo maior consumidor do café é a Noruega ,com 9,9 kg per capita, onde foi popularizado entre os ricos no início do século XVIII. Os noruegueses apreciam o café preto pela manhã e também após o jantar, acompanhando a sobremesa.

Na Islândia, cada pessoa consome em média, 5 chávenas de café por dia. O que justifica o consumo de 9 kg per capita de café.

O café é extremamente importante na Dinamarca, a população bebe uma média de 1,46 chávenas de café por dia. Neste país, o café é tradicionalmente servido em cada refeição e em ocasiões especiais, acompanhado de biscoitos, bolos e pequenos sanduíches. O grande contraste do consumo de café neste país, é que a Dinamarca possui o 6º café mais caro do planeta e consome 8,7 kg per capita.

Os holandeses são fornecedores importantes de café para a Europa. Nos dias de hoje, a cultura do café é muito forte neste país. Para se ter uma ideia, os holandeses bebem uma média de 1,84 chávenas de café por dia. No entanto, o seu consumo chega a 8,4 kg per capita.

Os suecos levam o café bastante a sério, inclusive deixou de ser apena uma bebida para se tornar um estilo de vida entre os habitantes deste país, que consome 8,2 kg per capita. Tanto que, as cafeterias estão espalhadas em grande quantidade pela capital, Estocolmo. Mesmo que o café possa ser apreciado e bebido em casas, os suecos preferem ir em estabelecimentos e ter interações sociais deliciando-o.

A bebida quente também é bastante popular no país que mais produz chocolate, Suíça. Entretanto, o café mais consumido é o expresso, inclusive, o “caffè crema”, um tipo de bebida expresso semelhante a um Americano que se diz ter se originado na Suíça, é o preferido dos suíços. O café passado utilizando o filtro, é muito pouco comum neste país. Apesar de ser uma bebida bastante consumida, uma chávena de café expresso pode ser bem cara na Suíça, custando R$ 14. O país consome 7,9 kg per capita.

Este país não é famoso apenas por sua deliciosa cerveja e seus waffles, mas também pelo café é uma verdadeira obsessão neste país europeu. Bélgica consome uma quantidade de 6,8 kg per capita. A Bélgica conseguiu alimentar sua demanda por café cultivando a planta no Congo e em Ruanda.

Mesmo sendo um país muito pequeno, seus habitantes consomem bastante café. Cada habitante bebe em média 6,5 kg de café por ano. As cafeterias são encontradas em abundância neste país.

O último e o único país que não faz parte do continente europeu, que mais consome café, Canadá, que atinge 6,5 kg per capita. Assim como vários outros países, este tem cafeterias por todo o país, algumas bastante famosas. Também há cafeterias independentes, que possuem um excelente café. Certamente esta é a bebida mais consumida no Canadá. Apesar da grande quantidade de locais que vendem esta deliciosa bebida, a maioria dos canadenses preferem tomar seu café em casa. No inverno o café é um atractivo popular.

leave a reply