Desporto/Golf-US OPEN: Ultra-favorito em Pinehurst, será Scottie Scheffler imbatível?

Desde que Tiger Woods era Tiger Woods que um jogador não era tão favorito num grande torneio. No Open dos Estados Unidos, Scottie Scheffler aparecerá com um enorme cartaz nas costas. Vencedor do Masters e de outros quatro grandes torneios este ano, o número 1 do mundo parece intocável.

Publicidade_Página Home_Banner_(1700px X 400px)

Anuncie aqui: clique já!

E as casas de apostas não se enganaram. As probabilidades de Scottie Scheffler ganhar o Open dos Estados Unidos? Entre 3/1 e 4/1, de acordo com os sites de apostas desportivas. É um valor inédito desde a era de Tiger Woods, quando ele esmagava tudo o que encontrava no seu caminho. Num desporto tão competitivo, em que todos os que estão na lista de partida têm hipóteses de ganhar, uma tal margem em relação aos outros favoritos (Xander Schauffele e Rory McIlroy são os mais frequentemente mencionados em segundo lugar, a cerca de 10/1) é uma loucura.

Louca, mas justificada. Quem pode vencer Scottie Scheffler esta semana? Parece quase impossível, especialmente num US Open onde, como de costume, o grande jogo será crucial para o desempenho. Em Pinehurst, o rough será alto e os resultados também…

O domínio de Scheffler é… Em termos dos troféus que levantam, e também em termos de números. A sua média de pontos por torneio no OWGR? 16. Um desempenho que não se via desde 1996, quando o sistema de classificação mundial de dois anos foi introduzido. Único, claro, com uma exceção: Tiger Woods.

O homem de ferro

Há também uma série de outras « estatísticas », fornecidas no X por um renomado analista de dados do circuito mundial, Justin Ray. Por exemplo, Scheffler é o primeiro jogador a disputar o Open dos EUA com cinco vitórias, incluindo um Major durante a época, desde Arnold Palmer em 1962. E sim, nada de Tiger Woods para esta « estatística »!

Aqui está outra estatística reveladora da força do jogo do jovem pai. O seu jogo de ferro. A sua percentagem de ataques à bandeira que terminam dentro de três metros foi de 26% no Memorial Tournament, apesar de o campo ser extremamente difícil. A média dos jogadores do PGA Tour neste exercício nos últimos dois anos? 12,3% de sucesso…

Putting, a única dúvida que resta

Em suma, quando se trata de bater nos fairways, atacar os greens e aproximar-se, Scottie Scheffler esmaga toda a gente. A sua pancada ganha é colossal em comparação com os outros jogadores do PGA Tour. A diferença em relação ao resto do campo é abismal se considerarmos apenas a pancada ganha do tee ao green, sem o putting.

Porque o seu putting, mesmo que tenha melhorado imenso nos números desde a sua mudança de ferramenta em 2022 e ainda mais com o seu regresso ao mallet em 2024, continua a ser, não uma fraqueza como era há dois anos, mas uma incerteza. Scheffler continua a falhar putts pequenos, abaixo de 5 pés (1,50 m). E em Pinehurst, os greens parecem diabólicos…

leave a reply