Economia: Bitcoin está em « queda livre ». China e Tesla afundam criptomoeda

Pela primeira vez em mais de três meses o valor da cotação da Bitcoin caiu abaixo dos 40 mil dólares, com o seu preço a cair 30% nas negociações desta quarta-feira. Decisões da Tesla e da China que impuseram limites às transações da criptomoeda estão na base da derrapagem da Bitcoin.

Leia também: Bitcoin Atinge Máximo Histórico E Ultrapassa Os 50.000 Dólares

Já viveu melhores, muito melhores, dias a Bitcoin. A criptomoeda que nos últimos meses tinha alcançado ganhos históricos graças à Tesla, depois do fabricante de veículos elétricos ter anunciado a compra de 1,5 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) nesta criptomoeda, tem agora uma relação « complicada » com o fabricante automóvel. Elon Musk anunciou recentemente que ia deixar de aceitar a Bitcoin como forma de pagamento da Tesla e o valor da criptomoeda que até abril acumulava ganhos de quase 70%, derrapou esta quarta-feira 30%. A agravar as perdas, a China anunciou uma nova regra que proíbe instituições financeiras e empresas de pagamentos de disponibilizarem serviços relacionados com a transação de criptomoedas.

Esta quarta-feira, pela primeira vez em 14 semanas, o valor da Bitcoin – a crioptomoeda mais valiosa do mundo – caiu abaixo dos 40.000 dólares (cerca 33 mil euros), com a sua cotação a chegar, num dos momentos mais baixos, aos 39.016 dólares (32 mil euros), uma desvalorização de 30% em 24 horas. Antes do anúncio da Tesla, em abril, a Bitcoin acumulava um ganho de quase 70% e negociava em máximos históricos com um valor próximo dos 65 mil dólares (53 mil euros). Se tomarmos como referência este mês, o valor da Bitcoin já caiu mais de 40%.

Leia também: Tesla Compra Mais De 1,5 Mil Milhões De Dólares Em Bitcoin

A decisão do Banco Popular da China, que proibiu o uso de bitcoins como forma de pagamento no território, agravou a desvalorização da criptomoeda e arrastou as restantes moedas digitais. A criptomoeda da Ether, a critpomoeda da Ethereum, Ether, registou uma desvalorização de 15%, passando para os 2.930 dólares (2.399 euros). Já o valor da Dogecoin também caiu 17%, com a moeda a valer apenas 0,40 dólares (0,33 euros).

Contacto: +258 84 91 29 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

Segundo a agência Reuters, a decisão do banco Popular da China abrange várias entidades, desde bancos a canais de pagamento online. “Recentemente, os preços das criptomoedas têm vindo a disparar e a cair com a especulação a ganhar uma nova força, infringindo seriamente a segurança da propriedade dos cidadãos e causando disrupções na ordem económica e financeira”, alertam as três entidades do Governo chinês que anunciaram a medida.

Elon Musk Acusado De Manipular Mercado De CriptomoedasLeia também:

leave a reply