Governo lança postos móveis cobrança de impostos para melhoramento sistema arrecadação de receitas

“A entrada em funcionamento dos postos de cobrança móvel terá como impacto o alívio para aqueles contribuintes que estavam sujeitos a percorrer longas distâncias para encontrar um local onde se pudessem cadastrar e pagar impostos”, disse Carlos Agostinho do Rosário, primeiro-ministro moçambicano.

Leia também: China Perdoa Cerca De 2% Da Dívida De Moçambique

O governante falava em Sofala, no centro de Moçambique, durante uma cerimónia de celebração do Dia Nacional do Contribuinte, que se assinala hoje.

A AT espera atingir cerca de 240 mil contribuintes através da iniciativa, avançou o primeiro-ministro, referindo que é através dos impostos que o Governo obtém recursos financeiros para construção de infraestruturas públicas.

Os postos móveis vão funcionar através de “viaturas alegóricas” adaptadas para a atividade e que, além de cobrar impostos, vão também permitir a obtenção do número de identificação único e o registo de atividades.

Leia também: O Governo Moçambicano Já Distribuiu Boa Parte Das Ajudas.

“Com esta iniciativa temos em vista aumentar a eficácia na arrecadação de receitas para o Estado, abrangendo todos os potenciais contribuintes”, frisou Carlos Agostinho do Rosário.

Segundo Amélia Muiendane, presidente da AT, espera-se que até 2024 cada distrito tenha uma “viatura alegórica móvel” de posto de cobrança de impostos.

De acordo com a AT, Moçambique perdeu na soma dos últimos cinco anos receitas tributárias da ordem de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) – sendo que o PIB rondava os 13 mil milhões de euros no final de 2019.

leave a reply