Moçambique: Dívida de 40 milhões de meticais suspende cartas de condução em Moçambique

O problema « não é da competência do Inatro », uma vez que venceram os prazos para remeter o contrato de prestação de serviços ao Tribunal Administrativo, disse Jorge Miambo, porta-voz do Inatro, citado hoje pela imprensa local.

Contacto: +258 84 91 29 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

A declaração surge depois de na sexta-feira a empresa Brithol Michcoma ter suspendido a produção dos documentos.

Miambo remeteu a solução do caso para « entidades superiores ».

« Estamos à espera de orientação superior em relação a este contrato que não foi levado ao Tribunal Administrativo em tempo útil: não há como fazer o pagamento. Seria ilegal », acrescentou.

A dívida corresponde a mais de 100 mil cartas de condução emitidas entre julho e novembro de 2021.

De acordo com o porta-voz, o problema surgiu no período de transição do antigo Instituto Nacional de Transportes Terrestres (Inatter) para o atual Inatro.

Entretanto, para dar resposta aos pedidos, o instituto está a emitir cartas de condução provisórias.

leave a reply