Moçambique: Vandalização de conduta de petrolífera moçambicana provoca derrame de combustível

Uma suposta tentativa de roubo de combustível de uma conduta desativada da empresa estatal Petróleos de Moçambique (Petromoc) no porto de Nacala, norte do país, provocou um derrame, disse à Lusa o presidente da petrolífera, Hélder Chambisse.

“Aparentemente, houve uma vandalização numa conduta há vários anos desativada, que resultou num derrame de ‘fuel oil’ inutilizado”, avançou Chambisse.

O presidente da Petromoc avançou que a empresa está empenhada na recolha do líquido despejado visando evitar danos ao ambiente, adiantando que decorre uma averiguação para a compreensão dos contornos do caso.

No final do mês passado, uma tentativa de roubo de combustível resultou no derrame de 5.000 litros de gasóleo na baía de Pemba, informou o Ministério dos Recursos Minerais e Energia (Mireme).

A nota avança que o despejo de combustível afetou diretamente uma área de 3.000 metros quadrados.

O Mireme refere ainda que a fauna marinha da baía de Pemba não ficou contaminada com o combustível derramado, apontando o contrabando como causa do incidente.

leave a reply