Saúde/Moçambique: A cidade de Maputo regista mais de 800 casos de malária em duas semanas

Mais de 800 pacientes foram admitidos em unidades de saúde na cidade de Maputo com malária desde o início do ano.

O sector da saúde adverte que os casos podem aumentar na actual estação chuvosa, e apela aos residentes para deixarem as áreas inundadas.

Leia também:

Os dados foram apresentados à AIM pela Conselheira de Saúde e Acção Social de Maputo, Alice de Abreu, num briefing sobre doenças de origem hídrica. O mosquito que causa a malária nasce em águas estagnadas, pondo em risco os residentes em zonas propensas a inundações.

“Desde o início do ano, temos um total de 836 casos de malária, com zero mortes, contra 706 casos notificados no mesmo período de 2022, também sem mortes”, disse Abreu.

leave a reply