Saude: Os principais sintomas da variante Delta em adultos e crianças

De acordo com um artigo publicado no jornal britânico The Sun, os sintomas decorrentes da variante Delta – oficialmente denominada de B.1.617.2 – diferem em parte dos associados à estirpe original da Covid-19.

Sendo que as autoridades de saúde alertam que quem já tomou uma ou duas doses da vacina pode não manifestar quaisquer sintomas ou apenas sinais ligeiros da infeção. 

No entanto, a agência de saúde pública Public Health England (PHE), no Reino Unido, sustenta que os dados atuais indicam que a variante Delta é mais perigosa e os casos de Covid-19 consequentes da infeção com essa estirpe tendem a ser mais severos, duplicando a taxa de hospitalização. 

Segundo a PHE, somente em Inglaterra registou-se um “aumento significativo do risco de hospitalização” para pessoas afetadas pela B.1.617.2 em aproximadamente 161%. 

Adicionalmente, constatou-se que os doentes apresentam uma probabilidade 67% superior de recorrer ao serviço de urgência. 

Relativamente aos efeitos da variante Delta nas crianças a PHE aponta que os pais devem estar atentos aos seguintes sintomas:

  • Fadiga;
  • Dores de cabeça;
  • Febre;
  • Garganta irritada/corrimento nasal;
  • Perda de apetite.

Entre os adultos, os especialistas notam que os principais sintomas da B.1.617.2 consistem na incidência de dores de cabeça, garganta irritada e corrimento nasal entre pessoas com menos de 40 anos – ao invés dos sintomas clássicos da doença, nomeadamente tosse seca persistente, temperatura elevada e perda de paladar ou de olfato. 

Adicionalmente, adultos com mais de 40 anos estão com frequência a experienciar sintomas como dores de cabeça, corrimento nasal e espirros. 

A PHE destaca ainda que os principais afetados pela Delta são indivíduos jovens que ainda não receberam a vacina.

leave a reply