Homem Paquistanês doa 30 milhões de Dólares as vítimas do terramoto

Um paquistanês, que deseja permanecer anónimo, doou milhões de dólares para ajudar as vítimas do terramoto na Turquia e na Síria.

Na sequência do terramoto mortal que devastou a Turquia e a Síria, um n paquistanês entrou na embaixada turca nos EUA e doou 30 milhões de dólares. O anúncio da doação veio dias depois do Primeiro-Ministro Shehbaz Sharif ter instado os paquistaneses a ajudar as vítimas na Turquia e na Síria, onde o número de mortos ultrapassou os 35.000.

Após este gesto de generosidade sem precedentes, o Primeiro-Ministro paquistanês felicitou o doador anónimo através de um tweet. Profundamente emocionado com o exemplo de um paquistanês anónimo que entrou na embaixada turca nos EUA e doou 30 milhões de dólares às vítimas do terramoto na Turquia e na Síria”, escreveu ele. São actos de filantropia tão gloriosos que permitem à humanidade triunfar sobre probabilidades aparentemente intransponíveis”, acrescentou ele.

A Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes do Paquistão (NDMA) disse estar a enviar reforços humanitários de Lahore através da Pakistan International Airlines e da Turkish Airlines. Além disso, a Força Aérea Paquistanesa (PAF) disse, numa declaração, que estava a fretar um avião com 16,5 toneladas de ajuda humanitária, doado por pessoas às vítimas do terramoto.

Solidariedade das celebridades


A defensora internacional turca Merih Demiral lançou uma acção de solidariedade para com as vítimas dos dois terríveis terramotos. O antigo jogador da Juventus pediu aos seus ex-temáticos Cristiano Ronaldo, Paulo Dybala e Leonardo Bonucci que assinassem as suas camisas. As camisas serão leiloadas e as receitas reverterão a favor do povo turco e sírio. É de notar que várias celebridades turcas doaram grandes somas de dinheiro para ajudar as vítimas e os sobreviventes. Entre eles estão os famosos chefs Burak Ozdemir e Nusret Gokce.

Leia também:

Noutras partes do mundo, muitas celebridades têm vindo a destacar campanhas de ajuda e a apelar a donativos. A supermodelo americana Gigi Hadid partilhou a campanha da UNICEF sobre o seu perfil no Instagram, apelando aos seus quase 77 milhões de seguidores para ajudar as crianças afectadas pelo terramoto. O comediante americano Ramy Youssef partilhou um link na sua conta Instagram para a campanha de ajuda às vítimas do terramoto na Turquia e na Síria.

A nova contagem, anunciada domingo pelas autoridades, poderá ainda “duplicar” de acordo com a ONU, enquanto dezenas de milhares de trabalhadores de salvamento continuam a procurar desesperadamente os escombros no frio gelado. O chefe da agência humanitária da ONU, Martin Griffiths, visitou a cidade de Kahramanmaras, o epicentro do terramoto, no sábado. “Penso que é difícil estimar (o pedágio) precisamente porque temos de passar por baixo dos escombros (…).

Ainda não começámos realmente a contar os mortos”, disse ele à Sky News. A ONU advertiu que pelo menos 870.000 pessoas necessitam urgentemente de refeições quentes na Turquia e na Síria. Acredita-se que até 5,3 milhões de pessoas estão desalojadas só na Síria. Em resposta à dimensão da catástrofe, a OMS lançou um apelo a donativos.

Se não tem muito dinheiro, mas gostaria de se juntar ao esforço colectivo para ajudar as vítimas do terramoto, os seus donativos são mais do que bem-vindos. Se puder, por favor, ajude as vítimas.

Contacto: +258 84 91 29 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

leave a reply

Feelnews

Notícias imperdíveis