Brasil: O número de mortos por inundação aumenta para 20 pessoas é 63.000 deslocados

A man carries his dog over floodwaters in Itapetinga, Bahia state, Brazil, Monday, Dec. 27, 2021. Two dams broke Sunday in northeastern Brazil, threatening worse flooding in a rain-drenched region that has already seen thousands forced to flee their homes. (AP Photo/Manuella Luana)

As inundações causadas pelas fortes chuvas no nordeste do estado da Bahia deixaram mais duas pessoas mortas, elevando o número de mortos na região para 20 desde o início de Novembro, com quase 63.000 pessoas deslocadas, de acordo com informações dadas pelas autoridades locais na segunda-feira 27 de Dezembro.

Contacto: +258 84 91 29 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

« Estamos a viver a maior catástrofe da história da Bahia », disse o governador do estado, Rui Costa, que tem vindo a supervisionar uma operação conjunta nas áreas afectadas com o governo federal e outros estados desde sábado.

Foram registadas duas mortes na cidade de Itabuna. Um homem de 21 anos foi arrastado pela corrente e uma mulher de 33 anos foi morta por um deslizamento de terras, de acordo com o último relatório do governo local.

« A água começa a regredir na nascente do rio Cachoeira e, embora lentamente, espera-se que melhore nos próximos dias », disse o governador.

Ruas transformadas em rios


As casas estavam debaixo de água e as ruas transformadas em rios em vários municípios do sul do estado, afectados desde quinta-feira por fortes chuvas que provocaram a ruptura de barragens e o transbordamento de rios durante o fim-de-semana. Em Itapetinga, imagens aéreas da Agence France-Presse mostraram três homens a remar de barriga para cima de um tapete numa rua rodeada por casas com água a chegar às janelas.

https://www.moz.life/mozbox/produit/snorkeling-vilanculos/

Um mês de água caiu em alguns municípios, incluindo Salvador, a capital do estado da Bahia, que na sexta-feira recebeu até cinco vezes a média histórica de 58 milímetros para Dezembro, de acordo com a defesa civil da cidade.

O número de pessoas deslocadas quase duplicou desde domingo: quase 62.800 pessoas tiveram de abandonar as suas casas, de acordo com a defesa civil da Bahia (Sudec). Além disso, 358 pessoas foram feridas desde que as fortes chuvas começaram em Novembro. No total, estima-se que 116 municípios, dos quais pelo menos 100 se encontram em situações de emergência, e mais de 471.000 pessoas são afectadas pelas chuvas.

leave a reply