Covid-19: Brasil adia os seus famosos desfiles carnavalescos para Abril

As autoridades do Rio de Janeiro e de São Paulo, onde os tão aguardados protestos costumam ter lugar no final de Fevereiro, citam a « necessidade de preservar vidas » como a razão da sua decisão.

Contacto: +258 84 91 20 078 / +258 21 40 14 21 – comercial@feelcom.co.mz

Os desfiles de carnaval do Rio de Janeiro e São Paulo, previstos para o final de Fevereiro, foram adiados para Abril devido à nova vaga do Covid-19, disseram as autoridades na sexta-feira, 21 de Janeiro. A nova data é 21 de Abril, o que marca o início de um longo fim-de-semana de férias.

« Os conselhos municipais do Rio de Janeiro e São Paulo decidiram adiar os desfiles das escolas de samba » para o final de Abril, « devido à situação actual da pandemia no Brasil e à necessidade de preservar vidas », as autoridades das duas maiores cidades do Brasil anunciaram num comunicado. A decisão de adiar os desfiles de samba do Rio, que atraem turistas de todo o mundo, bem como os de São Paulo, foi anunciada após um encontro virtual entre os prefeitos, os seus secretários de saúde, e representantes das escolas de samba dos dois estados.

O Brasil, o segundo país mais afectado do mundo pela pandemia, com mais de 622.000 mortes, registou o seu maior número diário de infecções esta semana: 204.854 novos casos num só dia. O Brasil vacinou quase 70% dos seus 213 milhões de pessoas com duas doses de vacina Covid-19.

« É um adiamento necessário, teremos muito mais segurança para realizar [o carnaval] no final de Abril », disse o secretário de saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz. « Seguindo a curva da pandemia noutros países, pensamos que será muito difícil para a actual onda durar até Abril », acrescentou ele.

« Respeitamos a ciência e vamos tomar medidas equilibradas e adequadas para, ao mesmo tempo, respeitar uma festa que é o maior evento cultural e popular do Brasil e que tem um impacto importante na economia do Rio de Janeiro », disse o presidente da câmara desta cidade, Edouardo Paes, um fervoroso admirador do Carnaval.

« É a atitude certa


As ligas que representam as escolas de samba no Rio e em São Paulo disseram que apoiavam a decisão das autoridades. « Esta é a atitude certa, tem o total apoio das escolas de samba, e esperamos que no dia 21 de Abril possamos ter uma festa cheia de alegria, como o Carnaval exige », disse Sideni Carriuolo, presidente da Liga das Escolas de Samba de São Paulo, que assistiu às conversações com as autoridades.

« O Carnaval do Rio é ‘o maior espectáculo da Terra’, sinónimo de alegria, e que encanta a todos », disse uma declaração da Liga das Escolas de Samba do Rio, acrescentando no entanto que a « vida e saúde do público e dos participantes » eram igualmente importantes.

As escolas de samba, organizações de bairro com até 4.000 membros cada, passam meses a preparar os seus desfiles, compostos por carruagens elaboradas, milhares de trajes feitos à mão, com dançarinos e músicos a ensaiar durante meses para brilhar em frente aos jurados do sambódromo.

Aqueles que já tinham comprado bilhetes para os desfiles de Fevereiro poderão utilizá-los em Abril, e uma linha telefónica está disponível para responder a perguntas de portadores de bilhetes. No entanto, o carnaval de rua já tinha sido cancelado em ambas as cidades no início deste mês devido à situação sanitária.

leave a reply