O Hongqi E-HS9 e o Rolls-Royce eléctrico chinês.

Se encontra demasiadas semelhanças entre este Hongqi E-HS9 e o Rolls-Royce Cullinan, a sua análise está perfeitamente correcta. 

O SUV “eléctrico” de luxo da chinesa First Automobile Works (FAW), que “escolheu” a Noruega para fazer a sua entrada no mercado europeu, teve as mãos de Giles Taylor, antigo responsável de ‘design’ do construtor britânico. 

Capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/hora em menos de quatro segundos, apresenta uma autonomia superior a 600 quilómetros, de acordo com o antigo ciclo NEDC.

A estética do Hongqi E-HS9 é, já por si, imponente. Com 5.209 mm de comprimento por 2.010 mm de largura e 1.731 mm de altura, tem uma distância entre eixos de 3.110 mm.

A área frontal é ousada quando baste, dominada por uma enorme grelha, ladeada por uns faróis LED e uma traseira bem compacta. 

"Rolls-Royce" eléctrico chinês já chegou à Europa

No interior, o SUV de luxo guarda um painel de instrumentos digital, complementado a instrumentação com um ecrã táctil para o sistema de infoentretenimento e outro para o controlo do sistema de climatização. 

Em termos tecnológicos, inclui um sistema de condução autónoma de nível 4, oito modos de condução e câmaras digitais no lugar dos tradicionais espelhos laterais. 

Não foram avançados valores de venda para o Hongqi E-HS 9 mas o SUV de luxo poderá ter um preço inferior a 9 milhões de meticias.

leave a reply

Reendex

Must see news