Descomplicando Sentimentos Com Erica Paiva: Esta é para vocês “gestores das escolhas dos outros”

Ultimamente tenho acompanhado vários posts com a seguinte questão “ namorarias um homem sem dinheiro e com amor?”, “namorarias uma mulher que te ama, mas não sabe cozinhar?” e etc etc.

Posso até perceber a vossa dúvida, mas a minha questão é a seguinte , quando é que foi criado o cargo de gestores de escolhas? Não percebem que ao se quer imaginar as situações acima dispostas, vocês transformam o relacionamento em algo tao fútil e simplesmente mundano? Porquê não perguntam, “você namoraria alguém te faça feliz?”, naaaaaaaao, gostam de criar situações que depois amanhã vão chamar as pessoas de fúteis, mas esquecem de onde veio essa raiz.

Eu (usando me com exemplo né) tenho que namorar com quem quiser desde que preencha o meu coração e a minha alma, esse negócio de requisitos e etc, são falácias pois na prática pulamos muitos deles, logo, porquê criar requisitos para achar o parceiro ou parceira certo se eles não são cumulativos?

Fingimos para as pessoas que ahhhh não, preenche sim tudo que quero, só para ficarmos bonitos na foto, mas no fim é tristeza em cada segundo.

Deixem as pessoas namorarem com quem lhes apetecer, seja gordo, baixo, alto, pobre, rico, ou sei lá o quê, é uma escolha muito pessoal. Ficam aí julgando e questionando, mas no fim não fazem ou não estão nem próximo do que ficam aí a escrever ou a perguntar.

Não entendem que existem pessoas, fracas que infelizmente acabam rompendo relacionamentos promissores por medo do julgamento social.

Se a jovem trabalha e o jovem não trabalha, acontece o quê? No fim não existe solução para comer? Pedem ajuda a alguém? Só pode quando é a mulher em casa a ver zap novelas e o homem a queimar com sol né? Ok ok

O mesmo direito que a mulher se auto da’ de não querer trabalhar, o homem também pode e deve, pois a mulher que entrar na vida dele, saberá de antemão que mana aqui não se passa cartão dele, mbora trabalhar. E sem contar com momentos em que o coitado ou até mesmo coitada, pode estar a passar por uma maré má.

E outra coisa, vocês manas, parem de “nhenhenhe” nos ciclos de amizade, “ahh porque não me dá nada, tudo eu”, quando você entrou não viu? Hoje que amor diminui, já está sentir falta? Ahm

Acho tao ridículo a imagem que nós (sim nós, também o faço e estou no processo de recuperação 😂😂😂) passamos dos(as) nossos parceiros para os amigos e etc, e no fim reclamamos o porquê de não apoiarem o nosso relacionamento (em outro momento falarei deste assunto).

Voltando ao tópico do dia, parem de querer gerir escolha dos outros que não são pagos e deixam de viver as vossas vidas, se a pessoa não está sofrer nenhuma agressão, não se meta, deixa cada um gerir a sua consequência.

Amanhã se me virem com um maluco, não se preocupem, eu escolhi assim mesmo, os animais agrupam se por espécie.

Pronto falei
🌹🌻🌷

Publicado por  Erica Paiva

LinkedIn: Erica Paiva
Instagram: Erica Paiva
Facebook: the Erica Paiva oficial

leave a reply