Estados Unidos: Mais um tiroteio num bar na Califórnia, pelo menos 3 mortos e seis feridos

Segundo a imprensa americana, o suspeito, que também morreu, era um agente da polícia reformado

Desde o início de 2023, ocorreram nada menos do que 465 tiroteios em massa nos Estados Unidos. E esta quarta-feira, um novo tiroteio em massa teve lugar na Califórnia. Neste estado do oeste dos Estados Unidos, um homem abriu fogo num bar, matando três pessoas e ferindo várias outras, anunciou a polícia local. O suspeito também morreu, acrescentou a polícia, elevando o número provisório de mortos para quatro.

“Podemos confirmar que quatro pessoas morreram no local, incluindo o atirador. Seis foram transportadas para o hospital, cinco com ferimentos de bala”, declarou o Gabinete do Xerife do Condado de Orange no X (antigo Twitter). “Durante o incidente, houve tiroteio entre os agentes”, declarou a polícia, acrescentando que nenhum dos seus membros ficou ferido.

De acordo com o Los Angeles Times, o atirador, um agente da polícia reformado, tinha como alvo a sua ex-mulher. O bar Cook’s Corner, no sul de Los Angeles, onde ocorreu o tiroteio, é um conhecido ponto de encontro dos motociclistas da zona.

Mais armas nos EUA do que pessoas

Os Estados Unidos estão a pagar um preço muito alto pela disseminação de armas de fogo dentro das suas fronteiras e pela facilidade com que os americanos têm acesso a elas.

O país tem mais armas individuais do que pessoas: um adulto em cada três possui pelo menos uma arma e quase um adulto em cada dois vive numa casa com uma arma. A consequência desta proliferação é uma taxa de mortalidade por armas de fogo muito elevada nos Estados Unidos, que não tem paralelo noutros países desenvolvidos.

leave a reply